quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

UM OLHAR SOBRE O ESTADO NOVO

 

  No passado dia 18 de fevereiro, pelas 15.20h, realizou-se, no auditório da ESAN, uma palestra subordinada ao tema “Um olhar Sobre o Estado Novo”. O convidado, António Costa Santos, conhecido jornalista, focou o tema proposto baseando-se no seu livro Proibido, que já se tornou um best-seller e se encontra neste momento completamente esgotado.
  Neste livro o escritor aborda as proibições a que todos os portugueses estavam sujeitos antes do 25 de abril de 1974. Assim, de forma humorística e, por vezes, irónica, António Santos foi referindo as diversas proibições, por exemplo era proibido usar isqueiro sem licença, os refrigerantes, nomeadamente a Coca-Cola, só foram introduzidos depois da revolução e os ajuntamentos de mais de três pessoas eram, também, expressamente proibidos. Além disso, o papel da mulher na sociedade portuguesa da época era muito diferente do atual: a mulher só podia trabalhar se o marido permitisse, as enfermeiras estavam proibidas de casar, pois faziam turnos de noite e isso podia estar conotado com a falta de recato, as mulheres não podiam sair do país sem autorização dos pais ou do marido, estavam ainda proibidas de usar biquini na praia.
   Também a cultura foi muito maltratada. Os discos de Zeca Afonso eram proibidos, bem como os livros de Manuel Alegre e de outros escritores considerados revolucionários. Todos os textos que se insurgissem contra o regime eram pura e, simplesmente, censurados pela PIDE, a polícia política da época. Enfim, ao longo de 90 minutos, António Costa Santos revelou às turmas presentes na palestra (12º CT1, 12º LH1 e 12º LH2, 9º B) um olhar diferente sobre o Estado Novo. No final muitos alunos comentaram: “Felizmente agora estamos numa democracia e podemos expressar-nos livremente!”
                                                                                                                          Cândida Castilho

Sem comentários:

Enviar um comentário